Encontre aqui os Livros de Direito que você precisa
FRETE GRÁTIS PARA SUL E SUDESTE NAS COMPRAS ACIMA DE R$129,00
  • Clique para visualizar
  • Clique para visualizar
  • Clique para visualizar
  • Clique para visualizar


Indique este produto

Avalie esse produto



Personalidade Jurídica dos Grandes Primatas


2012 - Alfredo Domingues Barbosa Migliore


Código: 9788538402138


De:
Por: R$ 78,40 à vista no cartão de crédito ou boleto bancário.
Comprar


Prazo de entrega:
2 a 12 dias úteis, após a aprovação do pedido e de acordo com o meio de logística escolhido e a localidade de entrega.

PRODUTO SUJEITO A CONFIRMAÇÃO DE ESTOQUE

 
Mais informações sobre o livro:

Editora Del Rey

  
Saiba mais.
  • Autor
    Alfredo Domingues Barbosa Migliore
  • Informações Gerais

    Área: Direito Civil
    Formato: Brochura
    Páginas: 434 páginas
    Edição:1ª edição 2012
    ISBN: 9788538402138
    Dimensões:15,5 x 22,0
    Peso: 614 gr
    Editora:Del Rey

  • Sinopse

    Os códigos e leis da atualidade foram forjados sobre apremissa de que a humanidade está no centro do mundo; de que o homem é o único senhorde todas as coisas e de todos os seres vivos. Nessa realidade, os animais forampostos sob o seu o seu jugo e domínio irrestrito.

    Desde que Darwin revelou para o mundo uma então chocanterealidade- sim, nós viemos de um ancestral símio! – os princípios filosóficos doantropocentrismo sobre o qual se ergueram essas legislações começaram, então, aruir.

    E os animais, que nos sempre pensamos como objetivo de uso econsumo humano, como sofás, mesas e cadeiras? E os seres, que nos descobrimos seremtão parecidos conosco que os chamamos de “primos” ou humanlike,como gorilas echimpazés ? Eles ainda são bens móveis, nas palavras fora de moda do direitoposto?

    Os antigos tabus da irracionalidade e do instinto pavlovianoforam dinamitados por etólogos e cientistas que deixaram de enxergar osnão-humanos  apenas como os seresmecanicamente animados de Descartes.E,em razão disso, muitos filósofos passarama defender a existência de direitos fundamentais (v.g.,o direito à vida,à liberdade e à integridade física )de outrasespécies .Para os que sustentam tais ideias de igualdade substancial, osanimais, como a maioria de nos, têm interesses considerados relevantes, o quesignifica que eles podem pensar racionalmente, evitando a dor e o sofrimento, eprocurando o seu próprio bem – estar. Mas, há um outro grupo de animais que vaimais além...

    Como as pesquisas de Frans De Waal ( que dialogou com oautor, na introdução deste livro ),Sue Savager- Rumbaugh,Roger Fouts, Jane Godall,Dian Fossey, e muitos outros, demonstraram, somente o pequeno grupo dos “grandesprimatas”, no qual se incluem o próprio homem e, alem dele, os outros antropoides, isto é, os chimpanzés, gorilas,orangotangos e bonobos, possui os rudimentos( ou, como diz oProf. De Waal, osblocos construtores ) da moralidade.

    Aos componentes desse grupo dos grandes primatas podem ser reconhecidos direitos subjetivos?Abstraído  o ceticismo dos civilistas deoutrora, já o respondeu  o notável geneticistaRichard Dawkins que não há classificação natural que inclua chimpanzés,gorilase orangotangos e exclua os seres humanos; e, da mesma forma, não há razão queexplique o reconhecimento de direitos  aohomem, mas não a esses seres, como se vera no decorrer desta obra.

            O autor

 

topo


 

 

topo
 Logoff
Existem 0 itens no carrinho
 
Seu Carrinho:



Excelente